segunda-feira, 2 de maio de 2011

geração net

Ontem dei um ralhete à mais nova, rematando com um:
- Não pode ser T., não podes fazer sempre tudo o que queres. Sou tua mãe, ponto final e sei o que é melhor para ti.

Ela, como viu que não levava a melhor foi brincar para o quarto.
Quando por lá passei ouvi-a a dizer para a sua boneca:
- Não pode ser M., não podes fazer sempre o que queres. Sou tua mãe, ponto pt!

(o que me ri... :)

3 comentários:

Costinhas disse...

loool

Mãe(q.b.) ao quadrado disse...

Pahahahahahahaha

Tá demais!!

The Dream Came True disse...

Estes pequenos...imagino tb o meu qdo eu lhe ralho, a falar sozinho:))))) Bj