sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

: )

Já começo a respirar fundo...
Ele está com outra cara, mais bem disposto e brincalhão.
Por se lado, a T. começou com febre e muita tosse, mas o pediatra, que entretanto os veio visitar, descarta a possibilidade de ser também pneumonia (de qualquer forma, está também a tomar antibiótico...).

Eu não gosto nada de lhe dar medicamentos, principalmente antibióticos e drogas duvidosas como o tamiflu. Mas como dizia o médico: "É tudo muito giro quando corre bem. Quando as coisas se complicam, é preciso actuar... e rapidamente."

É curioso como o P., mesmo doente, quis continuar a fazer os trabalhos da escola. Aliás, sem que eu visse, fez exercícios de matemática que não era suposto fazer ainda. Ontem recebemos novo e-mail da professora com instruções para começar a ensinar-lhe a letra "c".
Hoje de manhã, esteve a fazer as fichas da nova letra e, por sua iniciativa também, esteve a treiná-la no caderno caligráfico :)

O S., felizmente, depois da gripe, está fresco que nem uma alface e chega todos os dias da escola com um grande sorriso!

Tudo a entrar nos eixos, portanto :)

2 comentários:

A mãe que capotou disse...

Ainda bem que ja podeste mudar o parentese ! ;)

Eu tb tenho medo do excesso de medicação, mas é verdade que às vezes é preciso recorrer aos antibioticos ...

fénix renascida disse...

Gostaria de saber se estás interessado(a) em assinar as minhas duas petições online.

A primeira defende que, em caso de separação, os filhos devem permanecer à guarda da mãe (salvo excepções, claro). Está em http://www.peticaopublica.com/?pi=P2009N575

A segunda é a favor de toda a pessoa deficiente. Está em http://www.peticaopublica.com/?pi=P2009N134