terça-feira, 8 de dezembro de 2009

intervalo, please!...

Nos últimos anos contam-se pelos dedos de uma mão as vezes que fui ao cinema.
Para imaginarem, da última vez que fui, fiquei supreendida quando as luzes se acenderam para intervalo e o ruido das pipocas - ok, dos comedores de pipocas - ainda conseguem incomodar-me.

Mas... esta é uma altura em que me apetece carregar no "pause" da minha vida, fazer um intervalo, cuidar de mim, dar umas boas gargalhadas, dormir, dormir, dormir, passear, viajar, beber uns copos, dançar, cantar... sem preocupações, e depois, quando estivesse de barriga cheia (de pipocas até, quem sabe?), voltava a carregar no "play" e o filme continuava, exactamente do ponto onde tinha parado.

E então era capaz de voltar a achar piada aos chichis fora da sanita ou mesmo no chão (e ao facto de respado meio braço e um joelho quando escorreguei numa poça do dito), a batalhas de comida e sopa a sair pelo nariz à hora da refeição, aos saltos na cama quando era suposto estarem a dormir há horas, às vezes em que me entram pelo duche dentro para me dizerem uma coisa importantíssima (tão importante que até se esquecem do que era), às vezes (muitas!) em que acordam a meio da noite a chamar-me para afastar sonhos maus (devo ter mesmo má cara quando me acordam, pois não há monstro que me resista ;)...

Ok... ainda não perdi a capacidade de rir de mim própria e dos deliciosos disparates que me rodeiam, mas se me deixassem dormir um bocadinho, ou se me dessem uma tarde de relax... hum... eu seria a mãe mais fixolinhas do mundo!...

2 comentários:

Mother_24 disse...

LOLOL

Keep dreaming lá prós 18 anos deles pode ser que sim :p

jocas

Jane & Cia disse...

Eu também ando a sentir isso... desesperadamente... preciso de um pause! vamos fazer um United Moms e lutar pelo direito à pausa!!!!

Olha a bactéria já foi embora?

Um beijinho grande muito parado!!