quarta-feira, 26 de maio de 2010

dúvidas, dúvidas, dúvidas...

Volta e meia sou assaltada pelas mesma dúvida. Que acho que conseguia ser melhor mãe e melhor pessoa (menos ansiosa) se fosse mãe-a-tempo-inteiro.
Geralmente estas questões aparecem após manhãs atribuladas como as que temos tido.


Sei que eles não merecem andar a correr logo pela manhã, ao ritmo do relógio que teima em voar... Vejo-os, no seu deambular matutino, a espreguiçar, a brincar, a implicar também, e percebo que, por mais que tentemos dar a volta à questão, estamos a dar-lhes uma injecção de adrenalina logo pela manhã.

E eu não gosto.
E eles também não...

:s

2 comentários:

Mãe(q.b.) disse...

Acho que qq mãe se sente mal com isso, mas posso-te dizer que até ás mães a tempo-inteiro isso acontece, pois os filhos tem de ir para a escola, tem de se despachar e para eles nunca há a noção de tempo :p

Por isso n te sintas mal, é normal :)

jocas

sofia disse...

Ser mãe a tempo inteiro tem muitas vantagens, não fosse eu mãe a tempo inteiro
Às vezes, comparando (aquilo que nunca devemos fazer mas ocasionalmente acabamos por fazer), vejo que ela é mais tranquila que outros miudos
e pelo nº de sorrisos que esbanja, não tenho dúvidas de que é feliz
O se não é uma maior privação do contacto diário com outros miudos
Uma amiga minha, o filho era um pestinha, sempre agitado - um reboliço!
Acontece que ela ficou sem emprego e virou mãe a tempo inteiro e certo dia disse-me que o filho estava muito mais trnquilo
Ela ia busca-lo à escola, almoçavam juntos nas calmas, brincavam, faziam os tpc e depois iam passear e ela achava que só isso, só essa calma e a companhia da tarde tinha sido suficiente para o miúdo...
Agora, andando na escola, isto não impede a "injecção de adrenalina" matinal, porque vão ter de acordar na mesma e despachar para chegar a horas
Os sorrisos deles são o melhor indicador que tens de que estão bem
Beijinhos