sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Máui!

Não, não estou a falar de um país africano...

É mesmo a Wii.
Apesar das resistências, lá concordamos em oferecer aos miúdos (ok, e aos graudos, aka, nós mesmos, também) uma Wii.

Eles bem que nos vinham a pedir uma Playstation, mas confesso que nos fazia/faz confusão vê-los ali especados a olhar para a tv, carregando botões, quase hipnotizados, inertes...

No entanto, ao perceber que na Wii, os miúdos (e nós, claro está ;) não páram quietos, saltam, dançam, correm, jogam tennis, basquet, basebol, etc., etc., percebi que, na devida dosagem, acaba por ser um bom programa nos dias em que está frio e chuva e não podem ir lá para fora gastar as energias que se acumulam todos os dias.

Assim, ficou combinado jogarmos apenas nos dias "F" - férias, fins de semana ou feriados.
Diz-nos noutro dia a T., do alto dos seus dois anos e meio:
- Então, se eu tiver um resfriado, posso jogar?

Volta e meia fazemos campeonatos familiares, o que é muito divertido. O S. é campeão no boxe e no salto à corda e o P. no tennis de mesa, o P-de-Pai é um ás no basquet, eu sou a esforçada-que-não-joga-grande-coisa e a T. é palhaça do grupo :)


É curioso, é que para os mais novos a consola não se chama Wii, mas sim "Máui". Depois de tanto ouvir o P. e pedir "Uma Wii" :D

Felizmente não esqueceram o quanto é bom brincar ao faz-de-conta, construir legos, fazer bolachas, trabalhos manuais, chatear a cabeça à mãe (eu não escrevi isto, OK?)...

2 comentários:

Mãe(q.b.) disse...

ahahahah

então boas jogatanas :D

jocas

Segundo Olhar disse...

Gosto tanto de os ouvir dizer "Uma máui"!

Já me convidaram para jogar, mas ainda não tive tempo...

Beijocas!!